ENSAIOS de Carlos Kaliban
TRISTEZA E DEPRESSÃO

Muitas coisas ele tinha aprendido ao longo da vida. Quando era jovem tinha sofrido muito de tristeza e de depressão. Aprendeu a duras penas a não ser mais vítima delas.

Perguntado sobre o que fazia para evitar esses sentimentos, ele citou uma lista de coisas, frisando que para ele isso funcionava. Entretanto, era como se fosse um remédio manipulado apenas para ele. Não garantia que funcionasse para outra pessoa qualquer. Mas, mesmo assim, transmitiu a receita:

1 - Mantenho-me ativo e evito ficar remoendo histórias do passado que tendem a ser projetadas para o futuro.

2 - Procuro estar com pessoas, de preferência as mais positivas e que estejam de bem com a vida.

3 - Procuro trabalhar em algo que eu gosto. Isso ajuda a organizar minha mente e meu emocional.

4 – Procuro manter um vínculo de amor com a pessoa amada através da lembrança de momentos felizes, de olhar fotografias, de ler mensagens. Manter e cultivar o amor são para mim fundamentais.

5 - Procuro arrumar o ambiente em que vivo, pois é fundamental. Desordem externa ajuda a proliferar a desordem interna. Se não consigo arrumar tudo, faço alguma coisa que me agrade, o mínimo que seja.

6 - Procuro ouvir música, assistir um vídeo, visitar os amigos do Facebook, deixar mensagens e ler alguma coisa. Isso me ajuda a manter minha estrutura íntegra.

7 - Procuro ficar quieto e falar o mínimo possível. O que estou passando nos momentos de tristeza é muito complicado, mesmo para mim. É importante poupar os outros.

8 - Mantenho firme a ideia de que existe um poder superior e que esse poder está em mim para me fortalecer e me orientar.

9 - Procuro não lutar, não ter raiva, não imaginar ações intempestivas e não estabelecer nenhum tipo de conflito. A aceitação, a paz e a tranquilidade é fundamental nesses instantes.

10 - Procuro manter a lembrança de quem sou, de como cheguei até aqui, do meu valor como pessoa, de onde quero chegar e, principalmente, de lembrar que existem muitas pessoas que gostam de mim e que me admiram. As que me causam qualquer tipo de mal são pouquíssimas. Sou uma pessoa feliz. É fundamental que eu me lembre disso. Que motivos eu tenho para estar infeliz? Eu sou o senhor do meu destino e da minha felicidade. Ninguém mais.


 
 
Direitos Reservados