POESIAS de Carlos Kaliban
DOIS CORAÇÕES

A lágrima brota no olho e rola na face.
A face que sorriu agora chora.
A face e a lágrima choram em Paz.
Uma Paz que une dois corações e duas dimensões.

Ficarão eternamente unidas.
Aquela que fica e aquela que se vai.
Sempre existirá o encontro pois não se separaram.

Se um dia a filha partiu da mãe,
agora a mãe volta para a filha e se instala em seu coração.
A filha embalará a mãe e a mãe fará nascer nela uma nova vida.

 
 
Direitos Reservados